O comentarista esportivo que você conhecia mudou, e para melhor!

O comentarista esportivo que você conhecia mudou, e para melhor!

Lições do novo comentarista esportivo para o marketing de conteúdo!

Pode ser dentro de uma cabine abafada e apertada em um estádio de futebol ou em um estúdio com ar condicionado congelante: a transmissão de um jogo ou um programa jornalístico não seriam os mesmos sem a participação de um comentarista esportivo.

Você tem observado como o perfil desse profissional está mudando nos últimos anos? Os comentários estão mais leves e até divertidos! E suas interações transcendem a TV, o rádio e continuam das redes sociais, emitindo opiniões com conteúdo inteligente e interagindo com os fãs.

O objetivo é ficar cada vez mais próximo do público e por que não? valorizarem sua marca pessoal.

# O papel do comentarista esportivo

Esse profissional tem como função utilizar a emoção como uma forma de expressão, comentando um lance dentro do jogo ou uma situação, com observações que ajudem quem o vê (ou ouve) a compreender e se contagiar com o que aconteceu. E, durante a explicação, são usadas conexões com outros assuntos, agregando ainda mais peso e credibilidade ao que é dito.

Quer entender melhor na prática? Veja abaixo como o comentarista Caio Ribeiro, da TV Globo, explica sobre os adversários do Brasil na Copa do Mundo no Jornal da Globo.

Percebeu como ele esclarece os fatos e dá exemplos de uma maneira simples e objetiva? O mesmo precisa acontecer nos posts do seu blog corporativo, por exemplo. Ele deve, além de informar, emocionar e entreter. O espírito é o mesmo da música do Gilberto Gil: “Vamos fugir, para outro lugar…”

Você tem a faca e o queijo na mão para fazer um gol de placa! Organize as ideias, dê voz aos técnicos da companhia, utilize dados, pesquisas e fique de olho nas tendências do seu mercado, entregue informação relevante sim, mas com energia. Assim o engajamento por meio do conteúdo inteligente, que seja leve e relevante, terá um impacto muito maior.

# Divertido sim, mas com limites

Muita coisa mudou 60 anos depois da transmissão de rádio acima, protagonizada por Fiori Gigliotti e Edson Leite, dois dos melhores profissionais de todos os tempos. O jornalismo esportivo nos dias de hoje está mais leve, procurando gerar empatia.

A responsabilidade de um comentarista esportivo é muito grande! Ele pode (e precisa) explicar de forma divertida o que aconteceu na partida, mas com muita responsabilidade, sempre mantendo a isenção e o controle das emoções.

Mas lembre-se: os canais de comunicação de uma empresa são bem diferentes dos pessoais. Assim, mantenha uma distância segura do leitor. Lembre-se que ele é (ou será) seu cliente, não um amigo.  Isso significa que a linguagem a ser utilizada em todas os conteúdos inteligentes tem que ser adequada à sua persona.

Uma empresa que desenvolve software para os setores jurídico ou financeiro, por exemplo, pode sim permitir um tom leve e divertido, mas que deve ser usado com parcimônia. Porém o conselho já muda caso sua empresa preste serviços para a área de comunicação. Esse público está acostumado a um tom mais despojado e jovial. Basta você analisar a maneira como este texto foi escrito (#fica a dica).  

# Mídias sociais em alta

O trabalho de um comentarista esportivo não termina quando acaba a transmissão do jogo ou a participação em um programa. Ele vai além. Em alguns casos, ele dura 24 horas, 7 dias por semana.

Cada vez mais esses especialistas continuam a dar suas opiniões, fazer análises críticas e interagir com fãs nas redes sociais como o Twitter e Instagram. É uma forma também uma maneira de valorizar a sua marca pessoal. E até ser notícia.

Aí fazemos duas perguntas valiosas: Como anda a presença da sua empresa nas mídias sociais? Ela transmite a visão, os valores e as notícias da companhia aos canais digitais?  

Se você pensou um pouco para responder, isso é uma falta grave, daquelas passíveis de cartão vermelho. Sua empresa precisa ter presença massiva nos canais onde a persona está. No caso das que atuam no ramo B2B (Business to Business), o LinkedIn é um dos mais efetivos.

# Tecnologia é grande aliada

Os dados invadiram também o esporte. A partir da adoção pelos clubes de software que medem o desempenho de cada jogador, os profissionais dos comentários também os estão utilizando.

O comentarista Raphael Rezende, do SporTV, utiliza o notebook para organizar escalações, esquemas táticos, contratações recentes e as mudanças em relação ao último jogo para dar informações aos telespectadores. Já Paulo Vinícius Coelho, mais conhecido como PVC, apresenta um programa dedicado a análises e estatísticas no canal FOX Sports.  

Gabriel Dudziak, comentarista da rádio CBN, vai além e utiliza a tecnologia para superar a ausência de imagem. Antes de iniciar a transmissão ele faz em um aplicativo uma ilustração do esquema tático dos times, divulgando o desenho em seu Twitter. Tudo para os ouvintes compreenderem melhor a partida.

Aqui, mais uma vez tudo igual ao marketing de conteúdo, onde utilizar a tecnologia em suas estratégias é fundamental para definir o esquema do jogo. O segredo é analisar os dados relacionados às ações de inbound marketing vindas do Google Analytics e cruzá-los com suas taxas de engajamento, relacionamento e conversão.

Quer saber mais sobre esse assunto? O post “Medindo resultados: as métricas no Inbound Marketing” pode ajudar.

O rumos que a profissão de comentarista esportivo tomou, com uma comunicação mais simples, direta, interativa e conectada é uma maneira efetiva de trazer a melhor informação para o telespectador ou ouvinte. Tudo isso leva à estreitar os laços com os diferentes canais e garantir a audiência.

Uma lição clara para as empresas que querem gerar conteúdos inteligentes. Mas algumas companhias podem ter dificuldades de colocar essas dicas em prática, seja pelos mais diversos motivos. Se esse é o seu caso, não se preocupe, uma empresa especializada na produção de conteúdo digital pode ajudar!

Veja Também:

Tá russo? Não para nossa seleção! Conheça 8 curiosidades sobre a Copa do Mundo na Rússia! Regido pela batuta do maestro Tite, mais de 200 milhões de corações pulsam em um único ritmo:...

Deixe um comentário

1 Comentário em "O comentarista esportivo que você conhecia mudou, e para melhor!"

avatar

Sort by:   newest | oldest | most voted
CABirckholz
Visitante
16 dias 1 hora atrás

A palavra chave é EMPATIA visto que quem define a eficácia do processo de comunicação é o receptor !!!

wpDiscuz