O papel dos influenciadores digitais no marketing de conteúdo

O papel dos influenciadores digitais no marketing de conteúdo

Os influenciadores digitais estão transformando a maneira como as empresas podem se aproximar do seu público-alvo.

Um relatório feito pela agência We Are Social e pela plataforma Hootsuite revelou que os brasileiros passam, em média, nove horas por dia na web, sendo três delas nas redes sociais. O comportamento de consumo mudou, como também surgiram novos ídolos: os influenciadores digitais.

Você pode até cruzar com eles em um local público e não reconhecê-los, mas não se engane: eles são famosos e importantes na formação da opinião da buyer persona.  

Até alguns anos as estrelas das campanhas publicitárias eram escolhidas por serem modelos, jogar futebol, cantar ou atuar. Mas hoje estão sendo substituídas por pessoas aparentemente comuns que são referência em assuntos específicos e têm o poder de influenciar milhões de pessoas.

O YouTube, rede social mais acessada no País segundo a pesquisa acima, foi o celeiro onde nasceu a grande maioria desses fenômenos. Dois exemplos são o humorista Whindersson Nunes, que tem quase 29 milhões de inscritos em seu canal e é garoto-propaganda de grandes marcas. Já os vídeos do canal Cadê a Chave tem quase 500 milhões de visualizações e aborda um nicho diferente. São conteúdos sobre tecnologia, cinema, viagens e são protagonistas de campanhas da Samsung.

Quer conhecer melhor as oportunidades que sua empresa pode ter ao utilizar influenciadores digitais no marketing de conteúdo? Então continue lendo esse texto!

1- Aprenda a detectar influenciadores digitais

A sua fama e popularidade geralmente se dá ao acaso. Tudo começa com conteúdos de alta relevância que são divulgados em mídias sociais como o Instagram, Facebook, Twitter e YouTube, entre outras. Os vídeos e posts começam a agradar, viralizam e em pouco tempo atingem um número gigantesco de seguidores.

As marcas estão se apegando aos influenciadores por diversas razões. Uma delas é que muitas pessoas se inspiram em suas personalidades digitais favoritas como referência para tudo.

Seu público-alvo é específico e atraído pelos assuntos discutidos, refletindo os gostos, hábitos e preocupações do próprio influenciador. Por exemplo: os mais de 1,5 milhão de inscritos do canal Me Poupe, da Nathalia Arcuri, são formados por homens e mulheres que têm interesse em entender e controlar melhor sua vida financeira. Ela é conhecida por utilizar uma linguagem leve e descontraída para falar de temas complicados e que poucas pessoas dominam.

Para encontrar um influenciador digital que seja perfeito para ajudar sua marca a tornar-se referência no mercado em que atua é preciso se atentar a seis perguntas:

  1. O influenciador é reconhecido por seus seguidores pelo assunto que costuma tratar?
  2. Seus posts ou vídeos despertam um alto nível de engajamento?
  3. As publicações possuem periodicidade?
  4. Como é o relacionamento do influenciador com as mídias sociais?
  5. Há sinergia entre as mídias sociais dele e dos consumidores da empresa?
  6. Os seguidores costumam compartilhar seus posts e citar seu nome quando abordam os mesmos assuntos que o influenciador?

Quando bem utilizados, os influenciadores digitais no marketing de conteúdo só trarão benefícios. Confira como isso acontece no próximo tópico.

2- O impacto dos influenciadores digitais no marketing de conteúdo

É uma prática comum utilizar formadores de opinião em campanhas publicitárias e as empresas que adotam esse tipo de artifício têm melhores resultados. A Forebrain, empresa especializada em neuromarketing, no relatório “A influência de celebridades na comunicação” apurou que:

– O uso de celebridades como embaixadores de uma marca é benéfico ao provocar uma maior aproximação do espectador e memorização do conteúdo;

– Dependendo do tipo de produto ou serviço anunciado no comercial (por exemplo, um item de alto valor agregado), um perfil específico é recomendado para que atestar sua eficiência;

– Quando uma celebridade popular é retratada em situações condizentes com a sua realidade, a campanha costuma ter bom desempenho. Porém, quando ela é descaracterizada ou pouco destacada, o investimento feito acaba sendo comprometido.

Os dados mostrados atestam a eficiência de preferir a utilização de um influenciador digital que tenha uma maior sinergia com a identidade da empresa e estratégia à uma celebridade ‘genérica’. Basta lembrar o fiasco da campanha realizada pela Friboi com Roberto Carlos.

Reveja o vídeo:

Você sabe muito bem o tempo que leva para desenvolver uma audiência e convertê-la em leads e depois clientes. Utilizar influenciadores é muito benéfico nesse processo de construção, já que eles já possuem a atenção do público que você quer conquistar.  

Isso sem dizer que o impacto de utilizar pessoas admiradas por serem referência no mesmo segmento em que a empresa atua é muito maior do que escolher alguém que não tenha afinidade com o assunto, tendo conquistado a fama por outros motivos.

Confiança é tudo! As pessoas escolhem seus influenciadores preferidos por acreditarem no seu trabalho. Quando uma marca alia essa fidelidade ao seu produto ou serviço as chances da campanha ter sucesso são muito maiores.

Outra razão para a utilização dos influenciadores digitais é tentar combater o bloqueio (tecnológico, psicológico ou moral) à publicidade tradicional, cada vez mais rejeitada pelo público. A comunicação feita é mais direta e orgânica e eles podem ser pagos para produzir conteúdos que falem da marca ou de práticas que envolvam a marca patrocinadora.

Um caso de sucesso interessante de influenciadores segmentados são Alexandre Ottoni e Azaghal, criadores do portal Jovem Nerd. Especializado, como o próprio nome descreve, no universo nerd, seus fundadores são os principais representantes dessa cultura no País.

As marcas parceiras citadas em seu canais como o Twitter, no podcast semanal Nerdcast ou no YouTube impactam centenas de milhares de seguidores. Grandes companhias internacionais como McDonald’s, Netflix e Fnac já anunciaram nas mídias do Jovem Nerd para aproveitar sua influência com os seguidores.

3- Atenção na hora de escolher influenciadores digitais no marketing de conteúdo

Agora que você já conheceu o impacto e os diferenciais de utilizar um influenciador digital em uma estratégia de marketing de conteúdo o próximo passo é iniciar o processo de escolha de um novo parceiro. Veja, abaixo, algumas dicas que irão ajudar:   

  1. Os valores propostos pela empresa e os do influenciador são os mesmos? Não adianta nada o budget ser pequeno e a estratégia de marketing de conteúdo contemplar uma grande celebridade. É mais do que necessário adequar pesos e medidas;
  2. A empresa está disposta a ouvir o que o influenciador tem a dizer? Lembre-se que ele também conhece o público escolhido. Deixar com que ele tenha liberdade criativa nas campanhas pode ser muito benéfico para a empresa;
  3. Cuidado com os fakes: Um problema é que tem se tornado cada vez mais comum são os influenciadores que mentem a audiência. Muitas das artimanhas para obter um perfil de sucesso nas redes sociais se baseiam na compra de seguidores e likes, falsificando a influência.

Ter ao seu lado influenciadores que ajudem na sua estratégia de marketing de conteúdo é uma excelente ideia para realmente alcançar seu público e gerar mais leads em um menor período de tempo. O mais importante é preparar-se para esse novo passo, assim as chances de sucesso serão muito maiores!

Agora que você já conheceu o poder dos influenciadores digitais no marketing de conteúdo continue a aprender sobre as tendências do setor no blog da Motor de Conteúdo!

Veja Também:

​Como gerar leads para empresas de tecnologia Confira aqui 4 dicas para gerar mais leads para a empresa de tecnologia No inbound marketing, para alguém comprar um produto ou contratar um serviço ...
Ter o melhor conteúdo não garante o melhor resultado: o segredo está em como usá-lo! “Conteúdo é rei”. Uma expressão bastante utilizada na área de marketing, é provável que você já tenha ouvido falar nela por aí. Com a evolução tecnoló...
Marketing para startups: organize seu conteúdo com calendário editorial Todo profissional de que trabalha com marketing para startups já deve ter se deparado com algumas dúvidas na hora de preparar conteúdo e publicá-lo. Q...
Executivos de marketing ainda estão desconectados, segundo pesquisa Existe um contraste surpreendente entre como os profissionais de marketing digital dedicam seu tempo livre, verba e recursos criando conteúdo versus o...

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar

wpDiscuz