Confira 3 formas de gerar mais leads com marketing digital

Confira 3 formas de gerar mais leads com marketing digital

Em entrevista concedida ao portal CMO.com, o CMO da Forrest Research, Victor Milligan, além de  fazer algumas previsões de mercado para o ano, foi enfático ao dizer que “o digital está se tornando o DNA das empresas”. Para ele, somente conteúdo de qualidade já não basta para vencer no mercado, é preciso inovar para se comunicar com o seu público de forma assertiva com marketing digital.

De fato, o mundo está se tornando digital. O consumo de informações por meio de plataformas digitais vem crescendo a números impressionantes, ano a ano, no Brasil e no mundo. Dessa forma, ou as empresas se adequam a esta nova realidade, ou seus concorrentes o farão e  tomarão sua frente.

Sabemos, portanto,  que o marketing digital  é a estratégia mais eficaz para gerar mais leads sem pesar no orçamento da área. A pergunta agora é: quais estratégias de marketing digital minha empresa deve aplicar?

As plataformas digitais oferecem um grande leque de possibilidades para as empresas divulgarem suas marcas e venderem seus serviços e produtos. Boa parte delas não envolve nenhum custo e, o melhor de tudo, podem ser combinadas para atingir melhores resultados. Vamos a algumas delas:

#1 Marketing de Conteúdo:

  • Conteúdo como base da estratégia: o conteúdo deve ser sempre a coluna vertebral de sua estratégia. É com ele que sua empresa deve atrair e engajar sua audiência, até converter estes números em vendas. Contudo, não não se trata somente de produzir conteúdo, é preciso planejar muito bem sua estratégia, sempre orientando-se pela sua persona <ID123>. Além disso, não se esqueça de mensurar resultados. A partir das métricas, será possível diagnosticar o que tem funcionado e o que precisa ser melhorado nos próximos passos da sua estratégia.  
  • Marketing de conteúdo é mais barato: uma das grandes vantagens das estratégias digitais é que elas demandam mais esforço que dinheiro. Enquanto no marketing tradicional gasta-se grandes cifras com anúncios de eficácia duvidosa, o marketing de conteúdo custa até 62% mais barato que estratégias offline, segundo a Demand Metric, e tem todos os seus resultados mensuráveis.
  • Marketing de conteúdo é mais eficiente: além de ser mais barato que as estratégias offline, marketing de conteúdo gera até 3 vezes mais leads. A Softplan, uma das mais importante empresas de softwares de gestão do Brasil, por exemplo, obteve um aumento de 105% no seu número de leads após um ano de campanhas de marketing de conteúdo. A empresa também conseguiu registrar, no mesmo período, um tráfego 25% maior em seu site,atingindo 336 mil visitantes.
  • Marketing de conteúdo trabalha a imagem da marca: uma das vantagens de se investir em marketing de conteúdo é poder gerir a imagem de sua marca. Escrevendo sobre seu negócio, sua empresa irá transmitir aos seus leitores, leads e clientes segurança e autoridade sobre os assuntos relacionados às suas soluções. Isso é muito importante, especialmente se levarmos em conta que, de acordo com a comScore, 74% dos brasileiros pesquisam na internet antes de comprar qualquer produto. Estar bem posicionado neste momento pode ser decisivo.
  • Marketing de conteúdo coloca sua empresa em destaque no Google: estar bem posicionado nos sites de busca é fundamental para ser encontrado nas plataformas digitais. Segundo estudo realizado pela Chitika, 91,5% dos cliques no Google ficam na primeira página de resultados. A mesma pesquisa indica que 32,5% dos cliques são destinados ao primeiro resultado e 17,6% para o segundo e, a partir daí, a porcentagem só cai. Marketing de conteúdo trabalha com a otimização do SEO do seu blog, visando atingir posições cada vez mais altas nos resultados dos sites de busca. Porém, sabemos que nem toda empresa pode se dar ao luxo de esperar alguns meses para gerar fluxo orgânico. Neste caso, é possível também convergir a estratégia com uma campanha patrocinada para alcançar o topo do ranking.

#2 Mídias Sociais:

  • Alcance das redes sociais: você conhece alguém que nunca tenha acessado qualquer rede social? É provável que não conheça, especialmente se você vive no Brasil que, segundo a eMarketer, é o terceiro pais com mais usuários ativos no Facebook. A rede social é, de fato, um fenômeno global. De acordo com a Shareaholic, 25% de todo o tráfico da  Internet é conduzido pelo Facebook.
  • Engajamento nas redes sociais: dá pra imaginar o potencial que uma plataforma como esta tem a oferecer para a sua marca? Imagine então que, segundo a Digital Future Focus, o tempo que brasileiro gasta em redes sociais é 60% maior que a média mundial. Porém, quando se fala em negócios, segundo pesquisa realizada pela Buffer, o LinkedIn é responsável por 21% dos compartilhamentos de publicações com esse teor. Além disso, 63% dos profissionais de marketing B2B indicam o LinkedIn como a rede social mais eficiente, de acordo com estudo do Content Marketing Institute. Portanto, basta encontrar as redes sociais em que seu público se encontra e marcar presença por lá.
  • Comportamento nas redes sociais: é fundamental considerar as características de cada canal antes de começar a publicar. Conhecendo o comportamento das pessoas nas redes sociais e tendo em vista as peculiaridades de cada plataforma, será possível produzir conteúdo especializado para cada uma delas. Por exemplo, no LinkedIn, cabe uma abordagem mais formal, enquanto no Facebook um tom mais informal é mais compatível e no Instagram grandes textos não funcionam nada bem. Exemplo disso é a Conta Azul, especializada em tecnologia para escritórios contábeis e MPEs. No Twitter e no Facebook, a empresa assume uma abordagem mais informal e descontraída, enquanto no LinkedIn, mantem um tom mais sério e formal para tratar do mesmo tema.
  • Custo das redes sociais: nenhuma rede social cobra por inscrição. Todo o trabalho nessas mídias pode ser feito sem custos adicionais, portanto. Porém, algumas delas oferecem opções de patrocínio de postagens para obter maior alcance. É o caso do Facebook, por exemplo, que utiliza o Facebook Ads para este fim. Se a ideia é atingir um grupo maior de pessoas, essa é uma ideia a ser levada em consideração.

#3 E-mail Marketing:

  • E-mail marketing para se relacionar: a partir do momento em que sua empresa consegue engajar sua audiência a ponto de conseguir seus dados pessoais, tem-se a grande oportunidade de manter um contato mais próximo a ela. O e-mail marketing está em alta por isso, por permitir uma interação constante e direta com o cliente em potencial, com conteúdos informativos, convites para eventos, ou conteúdos direcionados para vendas.
  • E-mail marketing para nutrição de leads: uma campanha de marketing de conteúdo se sustenta em três pilares – atrair, relacionar, converter. Por isso, a produção do conteúdo é dividida em três etapas de funil – topo, meio e fundo, e as peças são produzidas tendo em vista que cada lead possui uma maturidade diferente em relação aos temas abordados. Para que o lead avance pelo funil, é preciso dar a ele conteúdo informativo valioso. Quando o lead oferece suas informações pessoais, é o momento de ter um relacionamento mais próximo, enviando ao seu e-mail conteúdos especialmente direcionados a ele e que o ajudarão a entender melhor do seu negócio e chegar ao momento da venda mais consciente das vantagens que sua empresa pode oferecer.

 

  • Como fazer e-mail marketing: com o tempo, a base de leads vai ficando cada vez mais recheada e fazer essa nutrição manualmente se torna impraticável. Neste caso, as plataformas de automação de marketing são ferramentas muito eficazes. Elas permitem disparar e-mails personalizados para toda sua base de leads. Esse tipo de ferramenta, além de ser absolutamente eficiente, costuma ter um custo acessível.

Como pode ver, são várias as possibilidades para ter um bom posicionamento nas mídias sociais. Com marketing de conteúdo no centro de sua estratégia e fazendo uma distribuição eficiente, em canais eficazes, sua empresa tem tudo para alcançar grande sucesso em suas estratégias digitais. Porém, não se esqueça de sempre mensurar seus resultados, acompanhá-los também faz parte de qualquer estratégia digital. Este conteúdo foi útil para você? Conte pra gente! E se precisar de uma força em sua campanha de marketing digital, fale conosco!

marketing de conteudo roi

Veja Também:

O papel dos influenciadores digitais no marketing de conteúdo Os influenciadores digitais estão transformando a maneira como as empresas podem se aproximar do seu público-alvo. Um relatório feito pela agência We...
​Como gerar leads para empresas de tecnologia Confira aqui 4 dicas para gerar mais leads para a empresa de tecnologia No inbound marketing, para alguém comprar um produto ou contratar um serviço ...
Ter o melhor conteúdo não garante o melhor resultado: o segredo está em como usá-lo! “Conteúdo é rei”. Uma expressão bastante utilizada na área de marketing, é provável que você já tenha ouvido falar nela por aí. Com a evolução tecnoló...
Marketing para startups: organize seu conteúdo com calendário editorial Todo profissional de que trabalha com marketing para startups já deve ter se deparado com algumas dúvidas na hora de preparar conteúdo e publicá-lo. Q...

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar

wpDiscuz