Agências apostam em co-marketing para crescer

Agências apostam em co-marketing para crescer

Saiba como práticas de co-marketing entre agências e de atuação em conjunto para o sucesso de um mesmo cliente podem ajudar você a economizar recursos e potencializar resultados

A importância do Marketing Digital levou à sua especialização e ramificação. E em um universo cada vez maior de competências necessárias, o número de agências não para de crescer.

Segundo informações levantadas em conjunto pela Abradi e Digitalks, estima-se que o Brasil já tenha por volta de 10 mil agências digitais e profissionais independentes (os chamados EUgências) focados na prestação deste tipo de serviços.

O fato é que são poucos os fornecedores capazes de atuar sozinhos em 100% de todas as atividades que compreendem o Marketing Digital. Uma das soluções para que se possa entregar mais aos clientes e com mais agilidade é que duas (ou mais) agências se unam para dividir o trabalho e somar esforços.

Neste post, trago duas maneiras de como consolidar uma parceria de sucesso com outras agências: o co-marketing e atuação em conjunto para a oferta de serviços a um mesmo cliente. Vamos lá?

1. Co-marketing e suas principais vantagens

Como dito no início do texto, o Marketing Digital cresceu e se ramificou. Trabalhar em co-marketing tem como objetivo juntar energias e competências de duas ou mais agências que possuem escopos de trabalho complementares e um mesmo público como alvo. Ao alinhar seus interesses e esforços elas são capazes de entregar, juntas, mais valor e de forma muito mais rápida.  

Trabalhar em co-marketing significa economia. Veja bem, ao invés de manter uma equipe de profissionais especializados que pode ficar ociosa de acordo com a demanda, ter uma parceria com outra agência significa construir um ecossistema com diferentes competências que são acionadas quando necessário.

Mais que isso, trabalhar em parceria permite sempre oxigenar as ideias, trazer inovação e uma troca que pode inclusive permitir outros passos nos negócios entre agências.

O co-marketing na prática

Um prática comum de co-marketing é o desenvolvimento de um conteúdo rico em conjunto para a geração de Leads – e até mesmo oportunidade de vendas. Isso é muito recomendado se você já aplica Inbound Marketing para sua própria agência.

O importante é definir o escopo do projeto, dividir as tarefas e colocá-las em prática. Claro que diferentes formatos de materiais podem ser desenvolvidos em conjunto quando o assunto é conteúdo, que é a base de toda estratégia de Marketing Digital. Alguns exemplos de formatos que podem ser trabalhados em co-marketing:

  • VídeosJá pensou em contemplar vídeos em sua estratégia? Em uma era onde os conteúdos e influenciadores do YouTube pautam as notícias do dia, as opções são diversas.

  • Apresentações dinâmicasAs apresentações dinâmicas nada mais são do que slides animados e disponibilizados em vídeo.

  • InfográficosInfográficos são gráficos com informações. É, na verdade, uma imagem ou ilustração que explica e informa.
  • Posts de blogOs posts de blog são uma das formas mais simples de realizar o co-marketing – mas não menos charmosa e interessante.
  • Guest Post Artigos em formatos de blogs de outras pessoas e empresas, onde o ‘dono’ do blog dá espaço para publicar conteúdo de qualidade
  • Ebooks – Também é uma excelente opção de formato, já que explora um tema de maneira mais densa.
  • WhitepapersDesenvolvidos na mesma linha que os ebooks, os whitepapers são mais enxutos em tamanho e incisivos no conteúdo.

2. Atuação em conjunto para o sucesso de um mesmo cliente

Se você tem uma agência especializada em uma determinada oferta de serviço, uma boa opção é buscar parceiros para complementar o portfólio e atender todas as necessidades dos clientes. Um exemplo cada vez mais comum são agências que atuam com o planejamento do marketing digital, mas tem como parceiros outras agências para entregar conteúdo, serviços de SEO ou criação gráfica.

Nesse tipo de parceria, é possível estabelecer relações como:

  • Uma agência subcontrata uma segunda fornecedora, que desenvolve e entrega o trabalho. O cliente não tem contato com ela, já que o material resultante é entregue pela primeira;
  • As duas agências trabalham em parceria, às claras,e se comunicam diretamente com os clientes;
  • A agência contratada indica outros parceiros. Cabe ao cliente negociar diretamente com as agências indicadas. Este modelo é comum em jobs e demandas pontuais.

A Motor de Conteúdo, por exemplo, tem parcerias de anos com outras agências.  Um exemplo é a Next Idea, de Santa Catarina, que executa a estratégia de Inbound Marketing enquanto a Motor faz o planejamento de conteúdos para os mesmos clientes.

Já com a Hook Digital, de São Paulo, o modelo é diferente. É a Hook que contrata a Motor para entregar conteúdos prontos do segmento de tecnologia.

Os benefícios do co-marketing e da atuação em conjunto para o sucesso de um mesmo cliente estão aí para serem compartilhados! Realizar parcerias pode render ganhos significativos para as agências, que complementam seus portfólios e assim conseguem entregar mais para seus clientes.

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar

wpDiscuz