Seis passos para criar a estratégia de marketing de conteúdo

Seis passos para criar a estratégia de marketing de conteúdo

Pode não parecer tão simples, mas a estratégia de produção de conteúdo para o digital se resume em seis principais passos.

Há quem imagine que marketing de conteúdo é o mesmo que produzir diversos textos, desenfreadamente, e postar intensamente. Porém, o trabalho vai muito além disso. Requer planejamento, análises, mais planejamento, para, só depois, pensar no conteúdo a ser produzido. Ficou confuso?

Resumidamente, antes de pensar no tema que quer escrever é necessário saber o seu objetivo e com quem você quer se comunicar. Se o seu público-alvo é formado por mulheres de 30 a 40 anos, por exemplo, é preciso pensar em um tema que tenha relação com o seu produto e, ao mesmo tempo, atraia esse público.

Como fazer isso? Seguindo os seis passos para montar a sua estratégia de marketing de conteúdo, que serão resumidos abaixo.

#1 Qual o seu objetivo com o marketing de conteúdo

Como qualquer projeto que você tenha ou redija, é preciso saber aonde você quer chegar com ele. Assim começa o planejamento da sua estratégia de marketing de conteúdo. Qual o seu objetivo?

Aumentar as vendas, gerar brand awareness ou educar os possíveis clientes e mostrar o que você pode oferecer são alguns deles. Defina o seu.

Nesse momento, você também pode e deve definir os seus KPIs (Key Performance Indicators), que servirão para avaliar se a sua estratégias de marketing de conteúdo está funcionando ou não.

Além disso, ao analisar os indicadores, é possível avaliar e ver em qual rede social você está tendo melhor desempenho, para investir mais nela e menos na que não dá muito retorno.

Dentre as KPIs que podem ser incluídas no seu planejamento estão:

  • Aumento de visitas no blog;
  • Melhor engajamento no Facebook;
  • Aumento do número de seguidores no Twitter;
  • Maior número de seguidores no Instagram;
  • Menor taxa de rejeição, entre outros.

# 2 Criação de personas

Agora que você já sabe onde quer chegar e o que quer melhorar, é hora de definir para quem você vai escrever, ou seja, chegou o momento de criar uma persona! Ela nada mais é do que uma personagem que reúne as características de parte do seu público-alvo, para quem você vai direcionar o seu conteúdo. Por isso, é preciso considerar vários tipos de personalidade.

Como elas são criadas? Partindo dos perfis dos seus clientes. Se você tem algum tipo de cadastro essa etapa poderá ser mais facilmente defina. Verifique:

  • A média de idade das pessoas que procuram o seu produto;
  • Se são homens ou mulheres;
  • Grau de escolaridade;
  • O que procuram;
  • Visões para o futuro;
  • Região em que moram;
  • O que fazem nas horas vagas, entre outros.

Há várias formas de encontrar a característica do seu público, o que faz com que mesmo que você não tenha nenhum tipo de cadastro, a persona pode ser criada. Em alguns casos, até as métricas da sua página do Facebook podem ajudar.

Nela, há informações dos seguidores com o sexo, idade e local no qual residem. Se os seguidores vieram de forma orgânica e por terem interesse no que você vende ou no serviço que presta, os dados poderão ajudá-lo a definir a sua persona, desde que ela tenha o perfil que a sua marca quer alcançar.

#3 O blog está pronto? E as rede sociais?

Pensando na sua persona e no que você vende ou no serviço que oferece, é necessário avaliar qual ou quais redes sociais precisam estar ativas.

Que a empresa precisa ter um blog ninguém duvida. Afinal, é essa a forma de estar presente no Google e ser encontrado através do buscador. Mas quanto às redes sociais, o que fazer?

Nesse caso, além de pensar na sua persona e no tipo de rede social que ela gosta, é necessário identificar o que você tem a oferecer.

Se você é um arquiteto, por exemplo, e quer divulgar o seu trabalho, é interessante ter uma página no Facebook, mas sem se esquecer do Instagram. Afinal, quer rede social melhor para postar as fotos do seu trabalho do que lá? Já o Twitter, embora seja interessante para interagir com possíveis clientes, talvez não seja o local mais indicado para divulgar imagens.

Nesse ponto, é hora de definir como será o blog e quais redes sociais são importantes para o seu público e para o produto ou serviço oferecido.

#4 Defina o que será escrito

Agora que você já sabe onde vai divulgar e para quem quer escrever, ou seja, quem você quer atingir com os posts, chega a hora de planejar as pautas. É necessário fazer um estudo das palavras-chave que os seus possíveis clientes buscam e escrever um conteúdo para definir uma pauta sobre ela.

Entenda que ao escrever o que os possíveis clientes buscam, você os leva ao seu blog e tem a oportunidade de apresentar as alternativas de soluções que a sua empresa está pronta para oferecer. Essa é a chance de mostrar como o seu produto ou serviço pode ser útil para a pessoa que procurou pela palavra-chave em questão no buscador do Google.

# 5 Hora de criar o post

Depois de definidas as palavras-chaves e temas, é o momento de criar o conteúdo para ser publicado. Ele deve ser relevante, com informações importantes e atrativo.

Embora o número de palavras usadas seja amplamente discutido, é importante ter em mente que não adianta ter um conteúdo longo, se ele não traz informação relevante. O seu leitor está em busca de qualidade.

# 6 Promoção do conteúdo

Conteúdos criados? Claro que as visitas orgânicas são ótimas e o que todo mundo quer, mas você precisará dar aquela forcinha.

É hora de espalhar o seu conteúdo nas redes sociais. Compartilhe na sua página do Facebook e faça alguma publicação impulsionadas, para ajudar a divulgar. Não se esqueça de direcionar o seu investimento para o seu público. Só assim terá bons resultados!

Agora que você já compreendeu melhor como funciona a estratégia de marketing de conteúdo, é hora de começar a trabalhar. Ficou alguma dúvida? Escreva nos comentários e aproveite para obter mais informações em nosso blog. O ideal é contar com empresas do ramo para que o trabalho seja certeiro e traga bons resultados!

Veja Também:

Veja dicas de como oferecer conteúdo interativo Fazer o leitor interagir com o conteúdo ajuda a aumentar o engajamento. Veja dicas de como implantar essa ferramenta em sua estratégia de marketing de...
Agências: não há espaço para fornecedor, apenas para parceiro Parceria entre agências de marketing e os clientes aumenta a confiança e a liberdade entre as partes. Sua agência já percebeu que entregar o que o cl...
É por isso que você desperdiça dinheiro em marketing de conteúdo Sabemos quanto trabalho é necessário para produzir um conteúdo de qualidade, mas nem sempre tudo que é feito traz o retorno esperado. É, então, o mome...
Como o Marketing de Conteúdo ajuda empresas a educar clientes Como o conteúdo inteligente transforma a educação e o que a tecnologia têm ajudado os profissionais nesse processo De acordo com pesquisas, a tecnolo...

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar

wpDiscuz