Faça um plano de negócios e surpreenda-se!

Faça um plano de negócios e surpreenda-se!

Você já investiu um tempo para detalhar o plano de negócios da sua empresa? Já parou para pensar em qual é o seu verdadeiro diferencial e qual é o seu modelo de negócios? Aposto que você está pensando: “ah, mas eu conheço meu negócio como ninguém mais, sei falar dele de olhos fechados de um jeito único e convincente”. Será mesmo? Nós aqui no nosso Motor pensávamos da mesma forma.

No processo de inscrição para o Prêmio Cartier de Mulher Empreendedora, estamos na fase de responder às 13 perguntas do plano de negócios, com a mentoria do time do BeDream Fund. Oportunidade maravilhosa, uma das experiências mais ricas que estamos tendo como empreendedoras até aqui.

Valiosas surpresas e aprendizados. Continue lendo e veja que interessante está sendo este exercício.

Surpresa 1: nunca tínhamos pensado no impacto social que nós causamos! O questionário tem uma pergunta específica sobre isso, e nos fez colocar no papel como impactamos socialmente as pessoas. Os impactos são muitos, seja diretamente por meio dos nossos serviços ou por ações voluntárias que fazemos. Um dos impactos mais bacanas é que damos oportunidade para as mulheres se manterem no mercado de trabalho, equilibrando seus inúmeros papeis na sociedade. Aliás, este foi um dos motivos que nos levou a empreender: queríamos nos manter no mercado de trabalho, mas ter mais flexibilidade para dedicar tempo as nossas outras responsabilidades como mulher : família, filhos, marido e nós mesmas! É incrível proporcionar esta oportunidade para outras mulheres.

Surpresa 2: não valorizávamos coisas que já fazemos, mas que na nossa cabeça era algo muito trivial – e não é tão trivial assim não! Ao descrever o nosso modelo de negócio, percebemos que movimentamos uma rede de parceiros bem numerosa. Nós geramos demanda para profissionais liberais e para empresas parceiras, que complementam nossos serviços de forma muito qualificada, ajudando no desenvolvimento destes negócios! A gente achava que isso era algo bem trivial, mas não é! Exige muito trabalho em equipe, capacitação, confiança mútua e principalmente: networking para encontrar os parceiros certos! O resultado disso é um trabalho colaborativo incrível, que reflete em ótimos conteúdos para nossos clientes. Somamos conhecimentos e habilidades e isso tem um valor enorme para o desenvolvimento da nossa economia.

Surpresa 3: a gente achava que sabia falar sobre o nosso modelo de negócio. Só que não! Quando fomos colocar no papel …. Na teoria, sim, você que é o empreendedor sabe como ninguém falar sobre o seu negócio. Mas, na hora de colocar no papel a coisa não é tão simples assim. Há muito conhecimento na cabeça do empreendedor, e muitas vezes a gente não consegue organizar toda esta informação e o modelo de negócio vira um caos! Quando você coloca isso no papel, você organiza o caos (como diz a Bel Pesce). E daí você percebe o quanto você faz e todos os diferenciais que você tem: desde metodologia própria e diferenciada, alto nível de especialização da equipe, excelência na execução dos projetos, rede de parceiros. Ao escrever o modelo de negócio, percebemos que temos um caminho claro para superar um grande desafio para nós: crescer, atender mais clientes, sem perder o nosso diferencial que é a especialização e qualidade nos conteúdos que entregamos. Agora está tudo mais claro, é “só” fazer!

A equipe do BeDream Fund fez perguntas e deu dicas e referências que ajudaram a elucidar as coisas nas nossas mentes. Eles também pediram duas coisas a mais bem importantes:

1) Gravar um áudio de 30 segundos, resumindo os pontos principais das respostas das 13 perguntas: este item serviu para que a gente parasse, relesse as respostas, e, ao ouvir o áudio, perceber se não tínhamos esquecido nenhum ponto importante. Uma boa forma de você validar se colocou tudo no papel!

2) Descrever o que mais gostaríamos de falar do nosso negócio, sem modéstia: aqui um exercício para nos apropriarmos de qualidades e diferenciais que temos e nos orgulhamos. Por vezes é difícil você fazer isso, porque você não quer parecer o “tá se achando”. Mas é um exercício importante para você perceber e cravar na sua mente porque você se orgulha da sua empresa, e ficar mais confiante ainda!

Pessoal, até aqui, o que fica é : mesmo se você não pretende participar de um prêmio como o Cartier para Mulheres Empreendedoras, pare e responda o questionário. Você vai ter surpresas e aprendizados incríveis!

Veja Também:

Em entrevista, John Doerr conta como as OKRs foram adotadas no Google e Intel Em entrevista especial com John Doerr, ele compartilha como a metodologia das OKRs (Objectives and Key Results) foi adotada pela Intel e, mais tarde, ...
Origens do marketing de conteúdo: como tudo começou? Que o marketing de conteúdo caiu no gosto do meio empresarial no Brasil e no mundo não é novidade para ninguém. Muita gente acreditou que pudesse se t...
O dia em que outras pessoas leram nosso Plano de Negócio – e o resultado foi incrível! Você já pensou na possibilidade mostrar seu plano de negócios para outro empreendedor? A gente nunca tinha pensado nessa possibilidade! Acabamos de fa...
Prêmio Cartier: depois da votação, o que vem por aí? Foi muito valioso todo o aprendizado que tivemos ao participar do processo de votação do BeDream Fund para receber uma mentoria que irá nos orientar p...

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar

wpDiscuz