Já imaginou ser dono de um portal de conteúdo especializado no seu segmento?

Já imaginou ser dono de um portal de conteúdo especializado no seu segmento?

A nova estratégia do marketing de conteúdo é disponibilizar para o seu público-alvo um portal com conteúdo especializado.

O Google tem mais de 30 trilhões de páginas indexadas, segundo levantamento do instituto de pesquisas Statistic Brain. Mas, ao mesmo tempo que é fácil encontrar infinitas referências sobre um assunto, outras vezes é bem difícil localizar o que se quer principalmente quando se trata de um conteúdo especializado.

Isso já aconteceu com você? Com certeza sim. E com o público-alvo da sua empresa também, acontece o tempo todo.  

Agora vem uma segunda pergunta: por que então não capitalizar esse excesso de informações pulverizadas nos mais diversos locais em benefícios para sua companhia criando e mantendo um portal especializado no seu segmento?

A oportunidade é diferente, interessante e vai fazer diferença na sua estratégia de marketing de conteúdo. Continue a ler para conhecer mais sobre ela!

# O que é e como funciona um portal de conteúdo especializado?

Um portal para advogados, por exemplo, vai ter conteúdos direcionados e interessantes para esta persona, como cursos, dicas e tendências. O público-alvo é o mesmo da sua empresa, mas como a marca não aparece diretamente não fica explícito o interesse em fazer negócios.

Ter um portal é uma maneira de atrair a atenção e depois levar esses leads, mais educados e até qualificados, até a sua marca por meio de outras ações como email marketing e redes sociais, entre outras. É uma parte da sua estratégia de marketing de conteúdo que, inicialmente, desvincula a sua marca do conteúdo, mas que vai levar interessados para o seu negócio.  

E essa página pode ou não ser vinculada à empresa. A Softplan, empresa da área de tecnologia, tem em seu portfólio um software para a automação de Tribunais de Justiça, Ministérios Públicos e Procuradorias e identificou a dificuldade de encontrar notícias de relevância para esses públicos. Foi então que nasceu, em 2017, o InSAJ, portal com conteúdo especializado para Procuradorias. A presença da empresa é tênue, apenas a logomarca aparece no rodapé de cada página.

No caso de um portal em que a companhia responsável não aparece, uma opção ainda mais sutil é colocá-la como patrocinadora. Um exemplo é o Conversa de TI, que trata de assuntos ligados ao cotidiano e tendências do mundo da Tecnologia da Informação, e é mantido por um grupo de empresas dessa área.

Esse tipo de abordagem também faz sentido quando você quer educar seu público em um tema que ainda é novo no mercado. O portal User Onboarding, criado pela Conpass companhia que melhora a experiência dos clientes de empresas de software é totalmente dedicado ao processo de aumentar a percepção de valor de um usuário em seu primeiro contato com o produto.

# Quais as vantagens de investir em conteúdo especializado?

Ter um portal é uma maneira de atrair a atenção e depois levar esses leads, mais educados e até qualificados, até a sua marca por meio de outras ações como email marketing e redes sociais, entre outras.

É uma parte da sua estratégia de marketing de conteúdo que, inicialmente, desvincula a sua marca do conteúdo, mas que vai levar interessados para o seu negócio. De que forma isso acontece é o que vamos mostrar na sequência.

Conheça, abaixo, 4 benefícios:

1- Credibilidade:

Ao oferecer um conteúdo totalmente voltado para a persona, em um portal que entregue tudo que ela precisa, fará com que a persona confie no portal e utilize este canal sempre que precisar das informações especializadas no seu segmento;

2- Ir além do público-alvo:

Ter uma base de contatos com interesse no tema abordado que vai além da persona: sua empresa vai atingir todo o ecossistema em torno do seu negócio.

Uma companhia que desenvolve um software para a área de marketing, por exemplo, e até hoje ela trabalhava para capturar contato de gerentes da área, agora terá como audiência agentes importantes do ecossistema que podem agregar em outros modelos de negócio até então não identificados. Por exemplo: co-marketing ou o desenvolvimento de um novo produto ou serviço. É uma porta importante para identificar novas oportunidades de monetização;

3- Relevância e visibilidade:

Produzir conteúdos especializados sobre os assuntos relacionados ao negócio fomenta a relevância para os mecanismos de busca, trazendo importância e visibilidade para as suas palavras-chave e termos. Sua empresa pode inclusive decidir investir em um novo termo como uma aposta para o futuro e assim, parar de concorrer com palavras-chave que os concorrentes já dominam. Um exemplo, é o user onboarding utilizado pela equipe da Conpass;

4- Leads qualificados:

Gerar leads ainda mais qualificados, por meio de conteúdo relevante, afinal, .o visitante pode não saber que o portal está relacionado à sua marca. Ao fazer o download de um conteúdo rico, o novo contato é integrado à sua base de dados e pode ser nutrido com outros conteúdos.

# Como esse conteúdo especializado é construído?

Pense que o mais importante sua empresa já tem: é especialista no assunto! Você pode aproveitar os colaboradores e convidá-los a escrever artigos de opinião sobre os mais diversos assuntos. Eles darão visões técnicas e de negócios dos temas que mais entendem com uma linguagem bem próxima da sua persona.

Esses conteúdos são ótimos exemplos para figurarem como fundo de funil durante a jornada de compras, mas não é sempre que eles terão disponibilidade para escrever. Nesta estratégia  é preciso ter volume nos textos e ainda manter a sua qualidade.

Se você quer saber mais sobre esse assunto, entre em contato com a Motor de Conteúdo!

Veja Também:

Portal de conteúdo especializado: por que ter um? Você sabia que o Google processa 2,3 milhões de pesquisas  por minuto? Hoje são mais de 30 trilhões de páginas indexadas, número que não para de cresc...

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar

wpDiscuz