Conteúdo leve, relevante e interativo para nichos específicos

Conteúdo leve, relevante e interativo para nichos específicos

De nada adianta estratégia de marketing de conteúdo se a produção não têm apelo e profundidade. Aprenda a construir materiais que interessem sua buyer persona.

Uma pesquisa realizada pelo Content Marketing Institute investigou o real poder da correta utilização das estratégias de marketing de conteúdo. E os resultados foram surpreendentes! O inbound marketing gera três vezes mais leads, registra taxas de conversão até seis vezes maiores do que outros métodos e custa 62% menos que o outbound marketing.

Sua importância é cada vez mais evidente, principalmente para empresas que atuam em nichos específicos. Mas seus concorrentes também a empregam, realizando pesados investimentos e você sabe disso.

A saída é se diferenciar para chamar a atenção da sua buyer persona. É oferecer materiais interessantes, bem desenvolvidos e que saiam do mais do mesmo. Que a engaje, vicie, faça querer mais e desperte sua curiosidade para conhecer a empresa que está por trás do conteúdo.

O fato é que conteúdos irrelevantes estão fadados a serem ignorados. Quanto mais expressivos eles forem, mais se destacarão, mesmo em setores competitivos.

Quer transformar suas produções, sair do mais do mesmo?

Aprenda, neste post, maneiras de garantir que elas sejam mais relevantes, aumentando as chances de dominar seu nicho. Anote, a partir de agora, 10 dicas para produzir conteúdos sem igual!

#1 Mapeie sua buyer persona

Em primeiro lugar, para escrever bem, é essencial conhecer o seu público. Na estratégia de marketing de conteúdo aprender a definir quem é a buyer persona faz com que seja possível direcionar um conteúdo assertivo para a pessoa certa no momento em que ela precisa. Assim, o ideal é realizar o mapeamento da persona, determinando a representação do seu cliente ideal com descrição de dados demográficos e comportamentais.

É a melhor maneira de você conhecer quem é o seu cliente ideal, seus gostos, desafios, objetivos e dores. E, no momento de produzir o conteúdo, o processo de orientação da mensagem é simplificado, adaptando o tom de voz e direcionamento dos temas.

Quer mais dicas sobre a buyer persona? Confira os posts Como criar a persona do seu negócio? Isso é muito importante!, Buyer Persona: conhecê-la é essencial para o seu Marketing de Conteúdo e O que sua empresa ganha quando conhece a buyer persona?

#2 Organize suas ideias

Pode não parecer, mas produzir conteúdo é uma tarefa complicada. Durante o processo é normal surgirem ideias novas ou, até mesmo, descartar as antigas e perceber que o tema não é tão interessante para a buyer persona quanto se pensava. Para evitar esse tipo de confusão, antes de colocar a mão na massa, organize suas ideias e se coloque no lugar do seu público: o conteúdo é relevante o suficiente?

Para ajudar nessa empreitada existem as diversas ferramentas de organização de conteúdo. O Trello, por exemplo, é uma plataforma estilo Post-it, onde é possível criar quadros, cards e movimentá-los, anexando arquivos e adicionando membros. Desse modo, fica mais simples a organização de ideias e o desenvolvimento do conteúdo, facilitando o dia a dia, aumentando a produtividade e mantendo as estratégia de marketing de conteúdo.

#3 Dê exemplos práticos

Muitas vezes, por conta de um tema complexo ou um nicho específico, o texto pode se tornar massante e cansativo, o que acaba dificultando a leitura. Mesmo que a sua persona seja um profissional técnico acostumado a conteúdos mais densos, vale a pena repensar a abordagem. O uso de exemplos práticos é uma boa estratégia, já que ajuda no entendimento, deixando-os mais leves e fáceis de memorizar.

Além do mais, a técnica é utilizada constantemente por professores e dá super certo, viu?

#4 Utilize especialistas

Contar com a ajuda especialistas só traz benefícios positivos, não importa se é um técnico ou diretor da sua empresa, um consultor terceiro ou pesquisador de uma universidade. Utilizá-los traz mais peso e seriedade ao material, já que é uma fonte que conhece o produto, serviço ou assunto tratado no texto.

Credibilidade é a palavra-chave! E isso não se ganha, apenas se conquista. Uma vez que a persona identifique que seu blog é uma fonte confiável de informação, ainda mais em um mercado de nicho como o seu, mais um passo em direção à conversão será dado.

Eles também são de grande ajuda ao fixar o assunto desenvolvido, deixando-o mais didático e relevante, fazendo assim com que a persona se engaje mais com o seu conteúdo.

#5 Traga números e dados

Você reparou que esse texto foi aberto com uma pesquisa sobre a importância e os resultados das estratégias de marketing de conteúdo? O uso de número e dados desperta a curiosidade do leitor e é uma forma de demonstrar autoridade e veracidade no assunto, além de garantir a relevância da informação.

Mas não se esqueça: sempre que usar esse recurso cite a fonte e coloque links! Senão toda veracidade cairá por terra.

#6 Dê ritmo à leitura

Conforme a leitura de um texto se desenvolve, é possível identificar um ritmo. esse andamento é como música e se dá pela quantidade de palavras em uma frase. Por exemplo, não há problema em escrever frases curtas, porém, quando muito usadas, a leitura se torna lenta e tediosa.

É importante alternar entre as frases. Coloque uma frase curta. Em seguida, uma mais longa. E, às vezes, quando o leitor estiver descansado e você perceber o ritmo que se forma na leitura, desenvolva uma ideia mais longa e elaborada, para assim utilizar da energia do leitor. Seguindo esta técnica desenvolvida por Gary Provost, o texto se torna mais dinâmico e a leitura mais agradável.

#7 Use a abuse do conteúdo visual

A maneira como se consome conteúdo está em constante mudança. Os textos ainda continuam em alta (e muito), mas é necessário se adaptar aos novos formatos de se comunicar e fazer negócio. O uso de conteúdo visual, como infográficos e vídeos, por exemplo, vem crescendo cada vez mais. Eles não exigem muito tempo de leitura e são mais leves e divertidos e de fácil memorização.

Para se ter uma noção da dimensão que o conteúdo visual tem tomado, uma pesquisa desenvolvida pela eMarketer mostra que, até 2020, 82% do tráfego da internet estará concentrado nos vídeos. Esse indicador revela uma expressiva mudança na forma de consumir conteúdo, deixando clara a necessidade de investir em materiais visuais.

#8 Esteja atento às tendências

Falar sobre tendências, do que acontece no mercado em que sua empresa atua, das realidades da profissão e de outros assuntos que interessem à persona também é importante. Esse tipo de conteúdo faz parte da sua estratégia de marketing de conteúdo vai se mesclar com os textos mais densos e que falam de produtos e serviços, deixando o blog mais leve e atrativo. O leitor vai perceber que seu canal não tem foco apenas comercial e sua credibilidade e engajamento tendem a aumentar.

Mas, para conhecer quais são as tendências e identificar o que se fala no mercado é preciso ficar ligado, de olho nele. Uma dica importante é acompanhar de perto os veículos segmentados que cobrem o seu nicho. Será neles que você encontrará as últimas notícias, além de ser uma excelente fonte de pesquisa para novas pautas.

#9 Abrace o nicho!

Seu blog precisa sim diversificar os assuntos tratados, mas há limites. Se sua empresa lida com construção de Data Centers você pode falar sobre esse mercado, tendências e os caminhos para o futuro, por exemplo. Mas concorda que é estranho escrever sobre impostos ou sobre o mercado financeiro, não é?

Os assuntos e as formas de abordá-los são infinitos. Abrace o seu nicho, torne-se uma referência de informações para o seu setor. Orgulhe-se do que sua empresa faz e explore todas as possibilidades ao máximo.

#10 Escreva com propriedade

Lembre-se: sua persona conhece na prática os assuntos que são escritos no seu blog. Então se faz mais do que necessário que os conteúdos estejam à altura do que ela espera.

Eles precisam ser escritos por quem entende e tenha experiência no seu nicho, com uma linguagem simples e direta. O objetivo é cumprir sua estratégia de marketing de conteúdo e ir além da tecnologia, mostrando como seus produtos e serviços ajudam a transformar o dia a dia das pessoas e dos negócios.

Um bom conteúdo não está na complexidade das palavras ou na quantidade de linhas do texto, mas sim, no desenvolvimento das suas ideias e no quão útil e relevante se torna para a sua persona.

Se você tiver dificuldade de seguir essas 10 dicas, nós, da Motor de Conteúdo, teremos prazer em ajudar!

cta_ebook_horizontal

Veja Também:

Sua empresa usa o LinkedIn, mas como interpretar seu desempenho? O LinkedIn tem no Brasil 21 milhões de usuários. É a maior rede profissional do mundo, totalizando 364 milhões de usuários. Analisar seu setor de atua...
Sua empresa de tecnologia usa a persona em todas as áreas? É a partir da buyer persona que se desenvolve quase toda estratégia de marketing de conteúdo, nela se baseia o processo de atração, conversão, vendas ...
Persona no cinema: confira 9 filmes e séries que retratam a sua importância Aprenda, com 9 exemplos, a importância de utilizar filmes e séries na construção de  personas no marketing de conteúdo. A utilização da persona no ma...
Buyer Persona: conhecê-la é essencial para o seu Marketing de Conteúdo Uma empresa de tecnologia interessada em investir em inbound marketing precisa saber em quem focar sua estratégia, traçando um perfil do seu cliente i...

Deixe um comentário

1 Comentário em "Conteúdo leve, relevante e interativo para nichos específicos"

avatar

Sort by:   newest | oldest | most voted
trackback

[…] de atrair e fidelizar clientes, através da disseminação de assuntos relevantes. Além disso, a qualidade do conteúdo determina o rankeamento nos buscadores do […]

wpDiscuz